Facebook
Facebook
Pinterest
SOCIALICON

Em que lixo você joga fora eletrônicos quebrados como computadores, tablets, celulares, fios, carregadores, mouses e outros? São Paulo vai ganhar pontos de coleta de lixo eletrônico.

O Escritório de Turismo de Mônaco está patrocinando essa iniciativa inédita na América Latina.  O projeto foi desenvolvido pelo Movimento Greenk, criado para conscientizar e mobilizar a sociedade para o descarte correto.

A implementação dos 15 pontos acontecerá a partir de março de 2018. Os coletores serão posicionados em parques e locais públicos, definidos em conjunto com a prefeitura.

Gisele Abrahão, diretora da GVA, empresa de marketing e comunicação do Escritório de Turismo de Mônaco no Brasil, conta que Mônaco vai muito além do luxo.

“O país está investindo cada vez mais em iniciativas sustentáveis e tanto instituições governamentais como empresas privadas com campanhas de conscientização e projetos que tenham como foco a proteção do ambiente e o desenvolvimento de sociedades marginalizadas. Por ser um país tão engajado ambientalmente, o escritório de turismo apóia a iniciativa inédita em São Paulo”

O Brasil produz cerca de 1,5 milhão de toneladas de lixo eletrônico anualmente, o que o torna campeão em produção de e-lixo na América Latina. No entanto, o descarte correto é feito apenas para 3% deste material.

Os produtos descartados serão processados pelo Programa do Ministério da Ciência Tecnologia Inovações e Comunicações – CRC – Centro de Recondicionamento de Computadores, uma iniciativa federal socioambiental.

Os equipamentos descartados que forem reaproveitáveis serão recondicionados e doados para escolas públicas na forma de laboratórios de informática de inclusão digital. Os equipamentos e acessórios não reaproveitáveis serão desmontados e encaminhados para reciclagem.