O primeiro e o último lugar do mundo a celebrar o Ano Novo

Conteúdo ANSA

CREATOR: gd-jpeg v1.0 (using IJG JPEG v62), quality = 90

A pequena ilha de Kiritimati (ou Christmas Island), na República de Kiribati, será o primeiro lugar povoado do planeta a celebrar a chegada de 2018.

Situada em pleno Oceano Pacífico, 3,2 mil quilômetros a leste da capital do arquipélago, Tarawa, Kiritimati tem cerca de 6,5 mil habitantes e fica exatamente onde passa a Linha Internacional da Data (LID), traçado imaginário instituído em 1884 para sinalizar a mudança de dia.

O Réveillon na ilha será comemorado 16 horas antes de Brasília. Já entre as metrópoles, o novo ano será inaugurado por Auckland, na Nova Zelândia, uma hora depois de Kiritimati. A cidade costuma celebrar com fogos de artifício na Sky Tower.

A derradeira festa pela chegada de 2018 ocorrerá nove horas depois do fuso de Brasília, na Samoa Americana, território no Pacífico que pertence aos Estados Unidos.

Curiosamente, a vizinha Samoa, nação independente situada a apenas 200 quilômetros do território ultramarino norte-americano, celebrará o Ano Novo junto com Kiritimati. Em 2011, o país decidiu “pular” o dia 30 de dezembro para se aproximar dos fusos de Austrália e Nova Zelândia, seus maiores parceiros comerciais.

Antes da mudança, Samoa estava 21 horas atrás de Sydney. Depois, passou a ficar três horas à frente.

*Economias burras e idéias geniais em viagens

*Millenials preferem celular ao parceiro na hora de viajar

 

Author Description

Andrea Miramontes - direitos reservados na autoria

Jornalista, viajante, curiosa, vegetariana e protetora de animais