Planeje férias inesquecíveis nos alpes franceses, em Courchevel

Destino da família real, Courchevel é um encanto e mais acessível do que você imagina

andrea miramontes lado b viagem courchevel (5)

Era uma vez uma plebéia cujo sonho passava longe de encontrar um príncipe. Sua aspiração era esquiar e bem. Muitos lugares ofereciam aulas, mas ela escolheu viver o conto de fadas viajante nos alpes franceses, em Courchevel.

A estação de esqui entre as mais famosas e luxuosas do mundo é bem mais acessível do que você pode imaginar.

Apesar de ser um destino de superluxo, frequentado pela família real, o resort tem opção hoteleira e restaurantes para todos os bolsos.

Aqui, mostro os caminhos para chegar e as delícias para não perder. Achei mais fácil ir por Genebra, na Suíça, e rodar duas horas até lá. Não durma no caminho, que é maravilhoso e passa, entre outros lugares, por Annecy, a Veneza dos Alpes.

Já é hora de se programar. A temporada 2018 abre em 9 de dezembro de 2017. Final de ano, festas e janeiro formam a alta.

É uma excelente dica para quem busca um Natal de sonhos, embriagado por luzes e esculturas na neve. As vilas têm enfeites encantadores.

Como é o lugar

Courchevel é formada por cinco vilas dispostas em etapas e interligadas, desde 1.100 m a 1.850 m. Para circular entre elas, todos usam o ski bus, gratuito em qualquer ponto das vilas. Alguns hotéis também têm transfers próprios.

Nas vilas, casinhas e complexos com arquitetura de madeira e teto cheinho de neve abrigam restaurantes, mercados, agências para passeios e lojas, desde as de suvenir às de grifes famosíssimas.

Quem curte o clima de montanha encanta-se com o vinho do fim de tarde ao cair da neve, gastronomia premiada, spa, clube aquático Aquamotion, e aventuras, como snowmobile, sobrevoo de helicóptero e até paraquedismo – para os muito corajosos (imaginem o frio!).

A cada temporada, esculturas de gelo e outras manifestação de arte tomam conta da estação de esqui. É o Festival de Arte Urbana e na Montanha.

A arte está tanto nas vilas, como no topo das montanhas, no “Art at the top”. Na temporada de 2017, o sucesso foi a escultura do panda gigante de Julien Marinetti.

Vamos só ver quem vai ocupar as montanhas na temporada 2018.  (foto abaixo courchevel.com)

expobarthoux1

Como chegar

Avião: Lyon, Geneva e Paris (+ train a Moûtiers/Chambéry + ônibus)
Ônibus: Moûtiers, Geneva, Chambéry e Lyon

Trem: Moûtiers e Chambéry

De carro, partindo de:
Moûtiers: 25 km – 0h30
Chambéry : 110 km – 1h20
Geneva : 149 km – 2h15
Lyon : 187 km – 2h
Nice : 550 km – 5h00
Paris : 600 km – 5h30

Fuso

+ 5 horas de Brasília

Imperdíveis

Aulas de esqui: ESF Courchevel 1850 é uma das escolas mais tradicionais da Europa e tem professores que falam português. Preço: 115 € aula de uma hora e meia. Há pacotes com mais horas e para crianças

Snowmobile: Aventura com a moto da neve passa no meio dos alpes e revela paisagem incrível e selvagem das montanhas nevadas. Preço: 86 € por pessoa com direito a parada para petiscar em um iglu

Passeio pelos três vales: pegue os bondes para conhecer os três vales. Deixe para almoçar ou tomar um drink no restaurante Les Verdons, no topo da montanha. Preço: 54 € o passe de um dia

Aquamotion: o clube aquático no meio da neve tem piscinas aquecidas, doces e salgada, hidromassagens, surfe e tratamentos exóticos de spa, como massagem com velas. Preço: 48 € um dia nas piscinas. Abaixo a piscina externa do clube:

courchevel

 

Um desafio. E todos podem! Esquiar pela primeira vez dá medo, mas é delicioso. Tem que ter professor. Fiz aula com a instrutora francesa Clair, que fala português e tem uma paciência sem fim 🙏 superindico! Esquiei em Courchevel, nos alpes franceses, ou seja, comecei tarde, mas muito bem 😎 Aqui, hotéis e restaurantes tb atendem na nossa língua 😉 . #courchevel #frança #letscourchevel #travelblog #blog @courchevel_officiel @pressecourchevel @jZorzaro #friends #skitime🎿 #blogger #skiclasses #france #landscape #alpes #travelblog #travelgirl #courchevel #letscourchevel #alpes @courchevel_officiel @pressecourchevel #travelgirl #skiclasses #travelblog #wanderlust #landscape #coffee #coffeetime #letsgetit #view😍 #letscourcheveltogether #cvlmoment

Uma publicação compartilhada por Lado B Viagem – R7 (@ladobviagem) em

Onde se hospedar

Há inúmeros tipos de acomodações nas cinco vilas, pra todos os orçamentos, incluindo hotéis 5 estrelas “palácios”. 

A hotelaria é um dos fortes do lugar. Há hospedagem na vila, em Courchevel 1850, com quartos a 48 €, com café da manhã, como hotel Olympic. Preço exelente para os alpes na França.

Entre os estrelados está o Annapurna, o hotel mais alto do resort, especializado em mimar clientes.

Uma piscina aquecida de cara para a neve convida os corajosos a um mergulho. Nos mimos do hotel estão spa, bar com música ao vivo e pista de esqui na porta do vestiário. Só sair esquiando.

photo_3_FR_01-large

Já no centro, cercado de lojinhas e restaurantes, está o hotel La Loze, um três estrelas de ótimo custo x benefício. Ele fica de cara para a entrada da pista de esqui.

A partir das 16 horas, hóspedes curtem o chá da tarde do hotel com tortas doces franceses artesanais. Quartos e área externa mais parecem criados em uma uma casinha de bonecas. 

*Olympic (2 estrelas)
48 € (cerca de R$ 170)

*La Loze (3 estrelas)
220 € (cerca de R$ 800)

*Annapurna (5 estrelas)
600 € (cerca de R$ 2.200)

*Preços convertidos em junho de 2017 e pesquisados “a partir de” em um quarto para dois

Quando ir

A estação de inverno funciona de dezembro a março/abril, dependendo de até quando cai neve.

A temporada 2018 abre em 9 de dezembro de 2017. Final de ano, festas e janeiro formam a alta temporada. O melhor mesmo é visitar em março, que ainda tem neve e está menos lotado

Do final de abril a novembro, o resort fecha a maioria dos estabelecimentos.

Onde comer

Courchevel é reconhecida mundialmente pela gastronomia. São oito restaurantes estrelados pelo Guia Michelin e inúmeros cantinhos para se deliciar com pratos da culinária francesa.

Como sou vegetariana, caí nos raclettes – delícias feitas com queijo derretido em vários ingredientes, como legumes, batatas, entre outros.

Fiz um roteiro vegetariano por lá, com lugares charmosíssimos, que inclui de vinhos deliciosos à pâtisserie francesa.

lapogee-courchevel-restaurant-le-comptoir-dessert-1

Mais alpes franceses para você:

*Vegetarianos: descubra onde comer bem em Courchevel

*Snowmobile: aventura nos picos nevados é imperdível

*Seu chalé em Courchevel! Descubra La Loze 

*5 estrelas nos Alpes no hotel Annapurna. Que tal?

*Quanto custa esquiar? Veja também 5 dicas para o esporte

 

Author Description

Andrea Miramontes - direitos reservados na autoria

Jornalista, viajante, curiosa, vegetariana e protetora de animais