Facebook
Facebook
Pinterest
SOCIALICON
Trem cruza ponte francesa em viagem sensacional (Foto Divulgação)

Trem cruza ponte francesa em viagem sensacional (Foto Divulgação)

 

Cruzar a Europa de Trem, como nos filmes românticos, parece um sonho e muita gente nem sabe por onde começar. Pois te digo, é simples, comece por aqui.

Por que de trem e não de avião ou ônibus?

Trens são rápidos e infinitamente mais práticos. Ônibus são mais baratos, mas demoram demais para quem tem pouco tempo de viagem.

Na maioria dos trens europeus, não há a burocracia dos aeroportos e você não precisa chegar com tanta antecedência. Não há check in com duas horas de antecedência, revista no raio-X, conferência de documentos e de bagagens. O passageiro não paga pela taxa de embarque, nem pelo traslado de táxi ou ônibus até aeroportos, normalmente longe das cidades.

Desvende agora algumas dúvidas comuns de quem sonha com esse passeio

 

1 – Devo ter algum cuidado no momento de embarque?

Sim! Seja pontual, pois trens não atrasam. Não tem jeitinho brasileiro, atrasou, perde e pronto.
A maioria deles encerra o embarque dois minutos antes do horário previsto de saída, além de não realizar procedimento de check in. Procure chegar com antecedência de 15 a 30 minutos para localizar a plataforma de embarque e o vagão.

 

Trem de alta velocidade TGV Lyria percorre a região de Interlaken, na Suíça_Crëdito Rail Europe

 

2 – Há limite de bagageme posso embarcar minha bike?

O padrão de bagagem é de duas malas grandes por pessoa. Uma das vantagens de viajar de trem é que, diferentemente das companhias aéreas internacionais e das low cost ( baratinhas), não há regra para despacho, nem limite de peso.

Mas o passageiro fica responsável pelo transporte da bagagem, que é armazenada nos bagageiros superiores ou atrás de cada assento.

Bikes são bem-vindas, assim como pets =)
Passageiro embarca com bicicleta no TGV Lyria, que liga a França à Suíça_Crédito Rail Europe

 

 

Junte-se aos viajantes:

Saiba quem faz o Lado B Viagem

R7 em festa! Lado B Viagem é o novo parceiro do portal

Veja as dicas legais em nossa página do Facebook

Instagram: Inspire-se nas dicas e fotos sensacionais! @ladobviagem

 

3 –  Como comprar as passagens ainda no Brasil e com desconto?

O site da principal operadora de tem na Europa está totalmente em português. Você pode comprar bilhetes da Rail Europe (www.raileurope.com.br) e conseguir assento no dia planejado. Pode inclusive conseguir descontos, em passes comprados com antecedência.

Com isso, você evita filas, sobretudo na alta temporada. O site também apresenta promoções, além de oferecer serviços como reserva de assento, o que pode ser exigido pelos trens de alta velocidade. Além disso, os bilhetes são entregues na sua residência ou por e-mail

Muitos passes oferecem descontos para crianças, jovens até 26 anos e pessoas com mais de 60 anos. Independentemente da idade, na baixa temporada europeia é possível conseguir passagens com até 70% de desconto.

É o caso de uma passagem de Bruxelas para França. Em dezembro, bilhetes entre Paris e Bruxelas custam a partir de € 41 na segunda classe (cerca de R$ 125)*. Para coneseguir, tem que fazer simulações de datas e horários no site. Dá um trabalho, mas vale muito a pena!

*Valores aproximados e conversão feita em 30/10.

Trem de alta velocidade TGV Lyria percorre a região de Interlaken, na Suíça_Crëdito Rail Europe

 

4 – É preciso reservar o assento?

Se a passagem for para trens de alta velocidade, panorâmico (abaixo) ou noturno, a reserva é obrigatória. Se este for o seu caso, há duas soluções: comprar a reserva antecipadamente pelo site da Rail Europe (www.raileurope.com.br) ou contatar seu agente de viagens para auxílio.

Lembre-se, se quiser dormir no trem e economizar uma diária de hotel, em um trecho mais longo, você pode. Só que esses trens noturnos são concorridos. Reserve seu assento.

 

Janelas do trem do trem panorâmico permitem apreciar a paisagem da Suíça_Crédito Rail Europe

Janelas do trem do trem panorâmico permitem apreciar a paisagem da Suíça (Divulgação Rail Europe

 

5 – Por onde começo?

No planejamento. Pegue o mapa, veja onde quer ir, escolha um caminho inteligente, sim, com o mapa na mão para seguir uma lógica, e defina os trens.

Definido o tempo de viagem, trajeto a ser feito, veja os passes que quer comprar. No site da rail você vê passes de um trecho, como aqueles que duram um mês. Basta planejar e boa viagem!