Facebook
Facebook
Pinterest
SOCIALICON

SuR Arte Gastronômica, em Maceió, já propõe no nome uma mistura de gastronomia e arte. E é bem isso que você encontra nos pratos criativos de Serginho Jucá e Felipe Lacet.

Ingredientes regionais, como peixes, queijo coalho e tapioca viram crepes, carpaccios, canoas de biju recheadas com delícias típicas, em pratos lindos e coloridos .

Fui de menu degustação, já avisando que nenhum animal entra no meu prato. Veganos e vegetarianos passam muito bem por lá.

De cara, minha rodada de de 8 etapas começou com um biju com brócolis e queijo brie.  Serginho Jucá já mostrou a que veio ao mundo.

Talentoso, Serginho se adapta a veganos, intolerantes a lactose e todas as demais restrições alimentares.

Foi assim que surgiu a entrada vegetariana chamada de carpacccio de queijo coalho, destaque até na Forbes, na foto que abre essa matéria. Uma coisa!

Carpaccio de queijo coalho do Sur Restaurante em Maceió – foto: Andrea Miramontes/ Lado B Viagem

“O queijo coalho tem uma textura mais borrachuda, para nós é incrível, mas tem gente que não gosta. Depois de muitos testes, criamos o carpaccio de coalho, fininho e queimado no massarico, para ficar com o sabor do servido na praia”, explica Serginho.

Para completar, o prato leva mostarda dijon, alcaparra, azeite de ervas, manjericão e castanha de caju.

O menu de 8 etapas e finaliza com uma sobremesa que arrancou suspiros da mesa toda.

Serginho preparou um crepe de doce de leite com farofa láctea de canela, sorvete de coco e cookies.

Crepe de doce de leite, farofinha de farinha láctea com canela, sorvete de coco e cookies (Andrea Miramontes/ Lado B Viagem)

Sur Arte Gastronomia (82) 99678-1687

Restaurantes de praia, veggie e típico

Ser-Afim é um restaurante vegetariano, com opções veganas, muito indicado na cidade. Fica na praia de Jatiuca, onde também está o Jatiuca hotel e resort.

O restaurante tem mesinhas externas, serve no sistema de buffet e identifica-se como natural. Infelizmente, não consegui provar desta vez.

Para quem quer uma noite típica, com decoração que leva toalhas com fuxico, santos de barro, bules coloridos e trilha sonora nordestina, o lugar é o Bodega do Sertão.

Passe na seta do post do Instagram para ver a belezura deste lugar.

O restaurante é uma gracinha, com bom atendimento e serve no sistema por quilo. O buffet de sobremesas é farto, com pudins e opções caseiras diferentes, como doce de jaca (já provaram?).

Mas, atenção, vegetarianos e veganos! A vida lá fica um pouco limitada, pois a maioria dos pratos têm peixes e carnes.

Buffet no quilo do Bodega do Sertão, restaurante típico nordestino em Alagoas (Andrea Miramontes/ Lado B Viagem)

No Kanoa Beach Bar, seu almocinho é na praia de Ponta Verde, de cara para o mar. Destaque para a sobremesa Delícia Nordestina:

“Bolo de rolo em fatia em uma cama de goiabada servido com sorvete de tapioca” Babou?

Bolo de rolo em fatia em uma cama de goiabada servido com sorvete de tapioca, do Kanoa, em Maceió (Andrea Miramontes/Lado B Vigem)

O Kanoa não tinha opções de pratos vegetarianos e veganos, mas preparou especialmente para mim um espaguete com tomate seco e berinjelas à parmegiana.

Ficou delicioso, e o dono disse que vai considerar manter no cardápio. Quem for me conta se está lá?

Berinjelas a parmegiana com espaguete ao molho de gorgonzola e tomate seco (Andrea Miramontes/ Lado B Viagem)

Kanoa, bar e restaurante do tipo barraca de praia, em Ponta Verde, Maceió (foto Andrea Miramontes/ Lado B Viagem)

Vegetarianos, veganos e amantes de boa comida também vão amar:

Londres para vegetarianos e veganos: 5 experiências gastronômicas fantásticas

 

Camden Town, a meca do fast food vegano em Londres

 

CUB, restaurante zero waste com menu vegano imperdível em Londres

 

Restaurante Farmacy Kitchen tem pratos medicinais e drinks com canábis em Londres