Facebook
Facebook
Pinterest
SOCIALICON

Quando você planeja ir ao Canadá, os casacões pesados vêm à cabeça. No verão, esqueça-os. O calor é o mesmo da Bahia e pode chegar a 40°C fácil, fácil.

Dona de um dos skylines mais famosos do mundo, Toronto é uma cidade jovem. Tudo mudou da década de 50 para cá, quando os arranha-céus espelhados se instalaram.

Hoje, é um dos centros urbanos mais multiculturais do mundo, com 2,8 milhões pessoas à margem do lago Ontário.

No verão, com o sol, vêm a diversão. A maior cidade do Canadá ferve com ruas e bares movimentados, cinema e shows gratuitos na beira do lago.

Vista do skyline famoso de Toronto a partir das ilhas e do Lago Ontário (foto Pixabay)

No inverno, cuja temperatura chega a cair para baixo dos -35ºC, é um ato de coragem sair na rua. Canadenses e turistas circulam pela Path, a maior cidade subterrânea do mundo.

O complexo comercial subterrâneo tem 30 km, cerca de 1.200 lojas e serviços, e é ligado a mais de 50 prédios e torres de escritórios, estacionamentos, metrô e hotéis.

Ilhas para se esbaldar

Restaurantes na ilha à beira do lago Ontário, na foto do BlogTo

A 10 minutinhos de ferry do continente está Toronto Islands, um arquipélago de 14 ilhotas onde turistas e canadenses se divertem com passeios de bike, piqueniques e até shows de rock. Lá, inclusive, tem uma praia de nudismo.

Tudo é pensado para garantir o sossego. Não é possível acampar, não há hotéis, não pode andar de carro e tampouco, de fumar. Fumantes pegos no flagra estão sujeitos a uma de US$ 300.

Apenas 700 pessoas são autorizadas a morar na ilha Nos anos 50, eram cerca de 8 mil.

Bateu uma fominha? Aposte no almoço no Rectory Café, com boas massas e sobremesas deliciosas, com vista para o lago.

A visita às ilhas custa US$ 7,50. Para chegar à Toronto Island é preciso embarcar em um ferry no Harbourfront, à beira do lago Ontario.

Vista para metrópole da ponta das Toronto Islands (foto: Chelsea Hotel)

CN Tower, mercadão e destilaria

CN Tower é o quinto prédio mais alto do mundo. Mas para subir ao topo prepare-se para a fila que chega a mais de uma hora.

No topo, a mais de 500 metros, é possível tirar foto no disputado chão de vidro – dá um medinho, confesso.

Há também um restaurante giratório, que precisa de reserva, e o Edge Walk, uma aventura em que você dá uma volta completa no prédio preso só por um cabo, como na foto de reprodução do YouTube.

maxresdefault

No centro histórico de Toronto, faça um lanche no St. Lawrence, o mercadão da cidade, que data de 1803. Degustações de vinho, comidas e frutas fresquinhas, comprinhas de produtos típicos esperam o turista  (foto abaixo wikipedia).

O mercado já foi eleito Top Food Market do mundo pela National Geographic, em 2012.

Não deixe de provar as frutas vermelhas de cores vibrantes e sabor muito doce. Produtos frescos, queijos canadenses e degustação de vinhos são delícias para provar por lá.

Toronto_-_ON_-_St_Lawrence_Market

Bares e restaurantes pra lá de legais não faltam na cidade.

Atendimento excelente e comidinhas boas, o Carbon Bar e o Cibo Wine Bar, abaixo, agradam a quem curte jantar em ambiente urbano. Diga-se, a cara de Toronto.


Amei o complexo Distillery District. A arquitetura e clima do lugar lembra muito SoHo, West Village e Chelsea de Nova York. O princípio é o mesmo, um lugar com galpões abandonados que se transformam em bares e lojas megamodernas.

Lá já foi maior a destilaria no império britânico no século 19. Agora, muitos bares, galerias de arte, comidinhas delíciosas e som ao vivo esperam o turista.

Não deixe de passar pela cervejaria centenária Mill Street Brewery, uma das mais tradicionais.

 

No lado descolado da cidade estão um bairro chamado Little Portugal, cheio de lojinhas e pequenas galerias de arte, e outra vizinhança na Queen St. West, com grafites, cervejarias e muito mais.

“Trata-se do entorno do Trinity Bellwood Park. A revista Vogue elegeu como o segundo bairro mais cool do mundo”, conta o brasileiro Alexandre Dias Ramos, museólogo radicado em Toronto.

Descubra aqui os lugares que caçamos para você.

Bairro foi considerado o segundo mais cool do mundo e fica em Toronto ? ✈️ roteiro hoje no blog #toronto #tourismtoronto #yestoronto #seetorontonow

Uma publicação compartilhada por Lado B Viagem – R7 (@ladobviagem) em

——————————————

Guia de sobrevivência

—————————————————————

Fuso -1h em relação a Brasília

#Clima

São duas cidades diferentes, no inverno e no verão

Inverno – dezembro a março
Neve, com frio que pode chegar a -25ºC

Primavera – março a junho
Temperatura pode variar de 3 a 23 ºC

Verão– junho a setembro
Altas temperaturas, que chegam a 40 ºC

Outono – de setembro a dezembro
Temperatura varia de 7 graus e 13 ºC

#Visto

1.  Quem já tem visto dos EUA ou já teve do Canadá

Atualização, pois esse minguai foi feito em 2016.

Desde 2017, para entrar no Canadá o processo de visto foi facilitado, desde o ano passado. Quem tirou visto canadense nos últimos 10 anos , mesmo expirado, ou tem visto válido de turista nos Estados Unidos, não precisa tirar novamente.

Nestes casos, basta tirar uma Autorização Eletrônica de Viagem (eTA) no site do governo.

Atenção. Não compensa pagar despachante ou fazer por outros sites que cobram o serviço para o eTA. Vá direto ao link acima. A taxa é supebaixa (7 dólares canadenses) e o processo, rápido.

Já quem não cumpre os requisitos acima tem que fazer o pedido de visto normalmente.

2. Quem não tem visto dos EUA e não teve do Canadá

Neste caso é preciso fazer o visto, cuja duração será a mesma do seu passaporte.

O processo todo dura cerca de um mês e custa cerca de 100 dólares canadenses

Pode ser feito a distância, sem ter que comparecer no consulado, com a ajuda de um despachante especializado, que cobra honorários. Aqui você segue os passos

#Onde ficar

Excelente localização e conforto: Hotel Delta Toronto – pertinho das atrações e dá acesso ao Path. Tem piscina interna e é decorado por artistas canadenses:

4 onde ficar

Descolado com balada: The Drake Hotel – com arte em todo canto, exposições temporárias, o hotel reúne gente jovem e descolada. Fica em uma vizinhança cool da cidade. Tem bar e balada dentro do hotel com shows

Hostel barato: Planet Traveler Hostel – o melhor avaliado na Hostelworld, como excelente localização, instalação e limpeza

#Moeda e como chegar

As companhias aéreas têm escalas para chegar ao destino. Voos diretos são feitos somente pela Air Canada. Duram 10h30, aproximadamente.

A moeda utilizada é o dólar canadense, cuja cotação é mais baixa do que a do dólar americano.

Para ajudar a programar os passeios, visite a página oficial do turismo da cidade.

ilha de toronto, island thinkstock

Mais Toronto na sua vida:

Montanha-russa mais rápida do Canadá é de arrepiar

*Tem praia de nudismo no Canadá? Tem sim senhor! 

*Hotel tem festa de estrelas de Hollywood 

*Roteiro cool em Toronto exclusivo para vc

?? ? #cadelasviajantes ? #seetorontonow #tourismtoronto #✈️ #canadian #canada

Uma publicação compartilhada por Lado B Viagem – R7 (@ladobviagem) em

O blog viajou a convite do turismo de Toronto