Twitter
Visit Us
Follow Me
Pinterest

Reserve um dia. São 12 horas de passeio no total, sendo 5 horas de navegação até chegar à geleira, dentro do Parque Nacional San Rafael.

A geleira fica em Aisén, região da Patagônia Chilena cortada pela estrada icônica Carretera Austral. O resort Loberias del Sur é o responsável por esse passeio inacreditável.

Trata-se de uma das geleiras mais impressionantes da Patagônia. São 760 km², e você consegue chegar perto do paredão de gelo de 2 km por 70 metros de altura.

O tamanho gigantesco pode ser percebido nesta foto do fotógrafo Jaime Borquez.

Geleira San Rafael tem 2 km e 70 metros de altura (foto Jaime Borquez)

geleira san rafael

Do catamarã descem botes que chegam perto da geleira para fotografar (foto Jaime Borquez)

A bordo de um bote, chegamos bem perto, tanto, que conseguimos flagrar o derretimento da geleira, que rompeu na nossa frente. Sorte presenciar o evento? Na verdadade, fiquei chocada.

San Rafael é uma das geleiras que está se acabando mais rápido, de acordo com  estudo da Universidade de Cambridge, entre outros.

“Calving”, citado no artigo, é o derretimento, e o aquecimento global é o principal vilão. De acordo com o texto, a dissolução da geleira está acima da média.

O derretimento na Groenlândia e mais glaciais pelo mundo aumentou de 2006 a 2015. Perdemos mais de 720 bilhões de toneladas de gelo por ano.

Com isso, animais que vivem nesse ambiente podem sumir da Terra.

Como é o passeio?

Naveguei 5 horas para chegar até a geleira San Rafael – Andrea Miramontes

O porto de partida é Chacabuco, onde está o resort Loberias del Sur, dono do catamarã gigante que navega até a geleira.

O barco para mais de 200 passageiros é coberto, fechado nas laterais, quentinho e muito estável. Mesmo eu, que costumo enjoar em passeios assim, não senti absolutamente nada.

Há uma sala de cinema para as crianças, uma sacada bem boa, uma vez que são muitas horas dentro do barco.

Duas refeições são servidas durante o passeio, com direito a vinho. Vegetarianos têm opções especiais. Na volta, uma festa com salgadinhos e open bar agita o barco.

Festa open bar rola na volta do catamarã ao porto. Gelo não falta! ( Andrea Miramontes / Lado B Viagem)

Confortável, o catamarã abriga mais de 200 passageiros - Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Confortável, o catamarã abriga mais de 200 passageiros – Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Já dentro do Parque Nacional de San Rafael, ao ancorar o catamarã já é possível avistá-la.

Mas para fotografar, espere sua vez para subir no bote, que sai com grupos para chegar ainda mais perto.

View this post on Instagram

Partiu, geleira! Aqui, vc desce do barco e vai de bote, pertinho do glacial com 70 m de altura, 2 km de extensão e mais de 30 mil anos ? . São 5 horas de navegação com o @loberiasdelsur pelo Parque San Rafael pra chegar até aqui. Meu bote especial tem Jaime Borquez @casachinook (que fez a foto), @luispellegrini1 @natie_soares @elianaantiqueira , Átila @voucontigo e Luiz França – que viagem de gente querida, em lugares fantásticos ? . Patagônia chilena na veia, ao longo da estrada Carretera Austral??‍♀️ região maravilhosa de Aisén ? com minha @goprobr #hero8black que toma chuva, vai de bote, toma água gelada na cara e nunca reclama ?? . #patagonia #travelgirl #friends #glaciar@catracalivreviagem #minhaviagemlivre #aisen #loberias #cabaña #gopro #aventura #chile?? #chile #patagoniachilena??

A post shared by Andrea Miramontes ∙ Travel ♻️ (@ladobviagem) on

Apesar de vestir capa de chuva, vá com roupa impermeável. Só com muita sorte você vai conseguir ter um dia sem chuva por lá.

O bote leva cerca de 10 pessoas por vez, e todos têm a chance de fotografar de frente, uma vez que ele gira em frente ao glacial.

Bote chega perto da geleira San Rafael, no passeio do Loberias del Sur - Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Bote chega perto da geleira San Rafael, no passeio do Loberias del Sur – Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Não é possível caminhar na geleira, sequer é permitido descer do bote. Chegamos a uma distância de 400 m a 1 km, o que dá para ter uma visão perfeita do glacial.

Abaixo, no Facebook Lado B Viagem, está o momento em que parte da geleira se rompeu, em um barulho de trovões que ecoam no silêncio patagônico.

Flagrar a situação é inacreditável, mas dá aperto no peito saber que estamos diante do destruimento da geleira, caso nada seja feito para aplacar o aquecimento global.

Geleira chilena se rompeu na nossa frente! ?? o barulho da queda de 70 m é como o de um trovão. Incrível! Mas dependendo do tamanho do gelo que cai, isso pode gerar ondas que chegam ao nosso bote ?.Glacial San Rafael, na linda região de Aisén, é um dos maiores da América do Sul. O passeio para ver dura 12 h, sendo 10 h de navegação entre ida e volta (ficamos de 1km a 400 m próximos dela). Feito com Loberías del Sur As imagens foram com minha GoPro #hero8black que mesmo tão longe e na chuva captou o som direitinho ?❤️

Posted by Lado B Viagem on Monday, January 13, 2020