Facebook
Facebook
Twitter
Visit Us
Pinterest
SOCIALICON

Perderam, Ferrrari e Lamborghini. Mobee é o carro da vez em Mônaco. Trata-se da frota de carros elétricos Renault Twizy que podem ser pedidos por aplicativo.

No aplicativo de car sharing, usuários compartilham os minicarros. Você usa, estaciona e põe pra carregar. Quando precisar novamente, pede outro no app.

O Mobee está dentro das iniciativas sustentáveis do país, cujo objetivo é virar neutro em emissão de CO2 até 2050. O carro não é poluente.

Monegascos, como são chamados os moradores de Mônaco, usam no dia a dia. E turistas também podem aproveitar.  Testei e explico tudo aqui.

View this post on Instagram

🚗 Mônaco tem várias iniciativas de sustentabilidade, e esse carrinho elétrico, Mobee, colabora com o espírito do país 🚗🌱 . Passe para ver mais 👉🏻 . Não polui. Vc pede pelo app e paga por minutos usados 😎 podem mandar dúvidas nos comentários! . Proposta superlegal de mobilidade no país, o segundo menor do mundo, mas um gigante em sustentabilidade 🌱🌱 @visitemonaco ❤️ . #glamisthenwegreen #visitemonaco #visitmonaco #luxurylife @monaco.today #greenmonaco #luxurytravel #mobee #greenlife #sustentabilidade #jornalOGlobo #MinhaViagemLivre #meucliquenafolha #mobeemonaco #MeuCliqueEstadao #BBCtravel #LoveTheWorld @mobee #luxurylifestylemagazine #bestvacations #IamaTraveler @beautifulmatters #beautifulmatters

A post shared by Andrea Miramontes 🇧🇷| Travel (@ladobviagem) on

Como é e quanto custa?

Você baixa o aplicativo e faz uma conta. Precisa ter um cartão e crédito internacional, internet no celular e, lógico, a carta de motorista do Brasil.

É preciso ter chip de internet ou liberar o uso no exterior no seu plano. Atenção, muitos dos chips comprados no Brasil não funcionam no principado.

O ideal é comprar um lá ou checar com sua operadora o país bem especificamente.

Não é difícil dirigir o carrinho, exceto pelo tamanho, que, de tão pequeno, demorei um pouco para ter noção de espaço.

Também é extremamente silencioso. Dentro dele, dá para escutar que está ligado. Mas fora, jamais.

É preciso tomar muito cuidado para não se acidentar, pois é comum não perceber outros Mobees vindo na rua.

Também se deve ter atenção ao pedestre, que, colocou o pé na faixa, tem preferência.

Testei o Mobee em Mônaco, mas com uma voltinha só, porque estava sem internet no celular – Andrea Miramontes/ Lado B Viagem

O valor a ser pago é carregado previamente, funciona pré-pago. Na primeira hora custa 40 euros.

Para recarregar, são 30 euros por hora, e o valor diminui se forem pagos antecipadamente mais minutos. Por exemplo, 3 horas são 75 euros, 5 h, 110 euros e 10 horas custam 200 euros.

É pago por minuto rodado. Quando estacionar o carro e liberar no app e os minutos param de contar.

Para estacionar, preste atenção às garagens subterrâneas liberadas para seu Mobee. Parou errado, toma multa. Em quase todas as garagens você encontra a tomada para recarregar.

Cabem duas pessoas no carrinho, que não tem chave, mas sim, um cartão que dá a partida. Só encostar ao lado do volante e bon voyage!

Para mais dicas legais como essa e inspirações sustentáveis de viagem segue o blog no Instagram!

Para mais dicas legais como essa e inspirações sustentáveis de viagem siga o blog no Instagram e inscreva-se no canal do YouTube.

Mônaco cria centro de resgate e tratamento de tartarugas marinhas