Twitter
Visit Us
Follow Me
Pinterest

Praslin, a segunda maior ilha de Seychelles, deve entrar no seu roteiro durante a viagem a Seychelles. Reserve de duas a três noites.

Lá estão algumas das praias mais fotografadas do mundo, como Anse Lazio Beach, onde muita gente pratica snorkel para ver peixinhos coloridos.

Ou mesmo deita debaixo de uma palmeira para apreciar a cor do mar de Seychelles, no Oceano Índico, que é inacreditavelmente azul turquesa.

Anse Lazio, uma das praias mais fotografadas do mundo, fica em Praslin

Anse Lazio, uma das praias mais fotografadas do mundo, fica em Praslin

 

Em Praslin também está o paraíso de Adão e Eva, a reserva Vallee de Mai, Patrimônio Mundial da Unesco, casa do maior coco do mundo, o coco de mer. Falo dele mais abaixo.

A partir de Praslin, ainda é possível visitar inúmeras ilhas por barco. Algumas particulares, com hotéis de cinema. Uma delas é a ilha das tartarugas gigantes, Curieuse Island, a apenas 10 minutos da costa.

Neste post conto tudo sobre o passeio e sobre as tartarugas, que vivem 200 anos e podem pesar 300 kg.

Maior coco do mundo

Em Praslin, a visita ao Vallee de Mai é essencial. Na reserva, declarada Patrimônio Mundial da Unesco, estão as maiores palmeiras do mundo e o do coco de mer, o coco gigante que já chegou a 42 kg.

O maior coco do Planeta pesa em média de 20 kg a 30 kg e demora 7 anos para amadurecer. As árvores do coco, macho e fêmea, chegam a viver 400 anos.

A árvore macho produz o pólen, mas a responsável pelo fruto é a fêmea, que o carrega até quase 10 anos até amadurecer. Como sempre, o trabalho é da mulher.

vallee de mai

Palmeiras gigantes e do coco de mer no Vallee de Mai, em Praslin, Seychelles – Andrea Miramontes / Lado B Viagem

As árvores de coco de mer chegam a medir 30 metros de altura, e só começam a produzir o fruto aos 25 anos. Pelo ciclo lento e raridade, é controlada e protegida.

O coco curioso, em formato de nádegas, já intrigou muitos navegadores. Eles só os viam boiando no mar e juravam que a fruta nascia no oceano.

Entrada no Vallee de Mai, em Praslin, para visitar palmeiras centenárias e ver o coco de mer

Coco de mer, o maior coco do mundo, chega a pesar 30 kg

Coco de mer, o maior coco do mundo, chega a pesar 30 kg

O Vallee de Mai é uma reserva de palmeiras pré-histórica e muito bem-preservada. Tours acompanhados por guias levam pelas trilhas entre palmeiras exóticas.

Caminhar entre as palmeiras centenárias é um programa surreal. Algumas folhas caídas o chão mediam mais de 4 metros, Muitas eram usadas para fazer o teto das casas.

Com muita sorte, você poderá ver o papagaio negro, extremamente raro.

vallee de mai em seychelles

Trilha de visita ao Valle de Mai, Patrimônio Mundial da Unesco, em Seychelles – Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Onde ficar em Praslin

Há vários hotéis charmosos e até muito luxuosos. Fiquei no hotel-boutique Le Duc de Praslin. São 39 quartos, entre suítes e vilas com piscinas particulares.

le duc de praslin hotel seychelles

Vilas luxuosas de cara para o mar do hotel Le duc de Praslin, em Seychelles

Fica na praia Côte d’Or , com mar azul-turquesa, café e balada à beira-mar, balanços e pufes espalhados pelo jardim florido.

O hotel de luxo despretensioso é todo trabalhado na sustentabilidade. O conceito vai muito além de abandonar os canudos plásticos.

Ele investiu em tecnologia, como painéis solares, tratamento de esgoto, lâmpadas de Led e um sistema ecológico de limpeza das piscinas.

As piscinas de lá são de água potável, devido ao magna pool system. O sistema abandona o cloro, prejudicial ao meio ambiente.

Além dos quartos confortáveis e clima zen, todo praiano, a estrutura do hotel é excelente, com restaurantes e até uma baladinha à beira-mar, a única de Praslin, Chill Out Tapas Lounge Bar.

seychelles

Piscina de água  potável do Le Duc de Praslin

hotel seychelles

Quartos do hotel se dividem em suítes e vilas. As vilas podem ter piscinas particulares – foto Andrea Miramontes / Lado B Viagem

praia praslin

Praia Côte d’Or, onde está o hotel Le Duc de Praslin, em Seychelles

praia praslin

Praia em Praslin, em frente ao Café des Arts, do hotel Le Duc de Praslin – Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Onde comer

Há três restaurantes no hotel Le Duc de Praslin, Le Dauphin, onde há o café da manhã e o jantar, Café des Arts, beach club à beira-mar e a baladinha.

Chill Out Tapas Lounge Bar é a única balada da ilha. Fica na parte de cima do Café des Arts e está aberta também a quem não está hospedado no hotel.

Em frente ao mar, café e baladinha de Prasliln

De frente para a paria Praia Côte d’Or está o Café des Arts (parte de baixo) e a baladinha Chill Out Tapas Lounge Bar, acima

seychelles

Jantar no Le Dauphin, restaurante do hotel, teve legumes empanados e uma massa; restaurante é focado em frutos do mar

Le Dauphin, o restaurante do Le Duc

Na ilha, fora do hotel há outros restaurantes. Destaco o La Pirogue Restaurant, um dos melhores. Não deixe de tomar os drinks de frutas aromáticas desse lugar. É um coquetel melhor que o outro.

Também foi o único restaurante em toda Seychelles no qual encontrei um menu especial para vegetarianos e veganos.

Neste post abaixo do Instagram, passe a seta para ver o menu vegetariano e o ratatouille. La Pirogue mistura comida local, creole, com gastronomia francesa.

O resultado é uma combinação elegante de sabores vindos da Índia, África e Europa, em pratos elaborados.

Como chegar a Praslin

Há duas formas para se chegar à segunda maior ilha de Seychelles: ferry ou voo.

A Air Seychelles faz voos regulares entre a principal ilha, Mahé, e Praslin. Duram apenas 20 minutos e a vista das ilhas no meio do Índico é fantástica. Outras empresas têm voos particulares e helicópteros.

De ferry, o ticket custa 50 euros, e a viagem de Mahé a Praslin dura uma hora. Chegue meia hora antes no porto para o embarque. É possível despachar sua bagagem.

seychelles

Quanto estive no porto em Praslin, chegando de Mahé – Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Vista da saída do porto em Mahé - Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Vista da saída do porto em Mahé – Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Voo de Praslin de volta a Mahé, pela Air Seychelles - Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Voo de Praslin de volta a Mahé, pela Air Seychelles – Andrea Miramontes / Lado B Viagem

Para dicas lindas de viagens sustentáveis, mulheres sozinhas, lugares vegetarianos, veganos e pet friendly, siga o @ladobviagem:

Batuques africanos e Carnaval fazem do Creole Festival evento imperdível nas Ilhas Seychelles

Descubra a ilha das tartarugas gigantes de Seychelles: Curieuse island