Twitter
Visit Us
Follow Me
Pinterest

Flórida da tecnologia, compras e parques de diversão é maravilhosa, mas viagens no Estado para contato com a natureza e cultura local são ainda mais encantadoras.

Para estender sua viagem, conhecer praias e ilhas paradisíacas, ver golfinhos livres e aligatores, seu destino é Fort Myers e as ilhas Sanibel e Captiva.

Fort Myers fica no sudoeste da Flórida, a aproximadamente 2h30 de Miami de carro, e 3h30 de Orlando. A região é conhecida pela excelente preservação da vida selvagem.

De Fort Myers, onde inclusive há aeroporto, atravesse de carro a ponte Sanibel Causeway (maravilhosa) para a visita às ilhas Sanibel e Captiva.

Ponte Sanibel Causeway liga Fort Myers às ilhas – Foto: Visit Florida

Alugar um carro é a melhor opção para conhecer os três destinos, ligados por pontes. Fiz o roteiro todo de Uber, e, apesar de funcionar, foi a opção mais cara.

Abaixo, estão pelo menos um passeio maravilhoso em cada um desses lugares, para sua viagem abordar história e natureza. Vamos lá!

Ilha de Sanibel: reserva de aligátores

Sanibel Island – Foto: Visit Florida – Peter W. Cross

A pequena ilha tem praias maravilhosas, cheias de conchinhas, o farol como spot para o melhor pôr do sol e restaurantes praianos, inclusive com pegada natural, vegetariana e vegana.

Isso tudo você pode explorar depois da visita gratuita à reserva natural J.N. Ding Darling National Wildlife Refuge, imperdível.  Nela, é possível ver os famosos jacarés americanos livres, em seu habitat.

A reserva faz parte do maior ecossistema de manguezais dos Estados Unidos. A visita pode ser feita de bike alugada, a pé ou com o ônibus da reserva, agendado no centro de visitantes.

J.N. Ding Darling National Wildlife Refuge  – Foto – Andrea Miramontes

Em toda a reserva há avisos sobre não interagir com vida selvagem – Foto: Andrea Miramontes

Os aligátores chegam a medir 3 metros e a pesar 400 kg. Ao mesmo tempo que você quer muito vê-los, morre de medo de que eles realmente cruzem o seu caminho.

Mas não se preocupe, nunca há ataques, desde que o turista se comporte, não os alimente, atraia, nem tente chegar perto para selfies.

Aproximar-se ou alimentar os animais, inclusive, pode gerar uma multa de 500 dólares ao visitante.

Placas advertem o visitantes sobre multa de 500 dólares para quem alimentar os jacarés da reserva Foto: Andrea Miramontes

O refúgio ajuda a proteger espécies ameaçadas e é habitat de inúmeros animais selvagens. Além dos aligátores, há tartarugas, golfinhos e centenas de tipos de aves.

A visita pode ser feita a pé, com o ônibus do parque ou de bicicleta. Escolhi a última e indico a todos.

Aluguei uma bike na ilha por 8 dólares, a cada duas horas. O trecho mais curto dentro do parque pode ser feito em uma hora, com paradas estratégicas para fotos.

Aluguei uma bike para passear em Sanibel e dentro da reserva, foi a melhor opção – Foto:Andrea Miramontes/

Mas não pense que dá para fazer a ilha toda de Sanibel com a bike. Dá para fazer apenas um trecho, e escolhi o do parque.

Na ilha também hotéis de praia e alguns comércios, onde aluguei minha bike, com lojinhas, restaurantes e sorveterias. Nesse centrinho principal, faça uma parada estratégica para um milk shake vegano (post abaixo).

Centrinho com alguns comércios na ilha também tem avisos sobre a vida selvagem no local – Foto: Andrea Miramontes

 

Fort Myers: museu Edison e Ford

Entre os moradores ilustres de Fort Myers estão Thomas Edison (1847-1931), conhecido inventor da lâmpada elétrica, e Henry Ford (1863 – 1947), pai dos carros Ford.

Não tem como passar pela cidade e não visitar o museu The Edison And Ford Winter Estates, que reúne raridades dos dois gênios, que foram vizinhos em Fort Myers.

Na visita, você vai conhecer as invenções que deram origem a muita coisa que usamos atualmente, além das mansões onde eles moraram, com figueiras centenárias no jardim.

Esse museu nos faz viajar no tempo. Além da lâmpada, Thomas Edison (1847-1931) criou muitas outras utilidades, como o fonógrafo, primeiro toca-discos do mundo, o microfone e o cinematógrafo – a primeira câmera de filmar.

Também foi o responsável por aperfeiçoar e o telefone.

fort myers

Mansões de Ford e Thomas Edison dividiam o mesmo jardim, em Fort Myers, na Florida – Foto: Andrea Miramontes

fort myers

Além da lâmpada elétrica, Thomas Edison também inventou o toca discos – Foto: Andrea Miramontes

Para os apaixonados por carros, o local foi moradia de Henry Ford, o inventor dos veículos da marca lendária, e reúne raridades da família Ford.

Muitas das máquinas originais do começo do século 20 estão expostas, inclusive um carro feito de madeira, que chegava em uma caixa ao comprador, para ser montado.

fort myers

Carro raro no museu Ford, em Fort Myers – Foto: Andrea Miramontes

Os tours custam a partir de $ 25. Nesta página você pode encontrar a localização, dias em que o museu estará aberto e até comprar as entradas.

Captiva: encontro com golfinhos

Há muitos cruzeiros para ver golfinhos livres no Golfo do México, e os barcos saem dos 3 lugares: Fort Myers, Sanibel e Captiva.

(foto: Visit Florida)

Região Sudoeste da Flórida é cheia de golfinhos, que podem ser vistos de barcos e caiaques – Foto: Visit Florida

Mas de Captiva saem os passeios mais especiais.  Captiva é uma ilha minúscula, de 4,2 Km2,  ligada a Sanibel por uma ponte. É um verdadeiro refúgio da natureza.

Na rua principal há algumas lojinhas, restaurantes cheios de personalidade, tudo muito simpático, boa parte em rua de terra, cercado por muito verde.

Vale o almoço no clima de praia e ritmo slow food, no restaurante Doc’s Ford. Há boas opções vegetarianas no cardápio.

Opção vegetariana no Doc’s Ford, em na ilha de Captiva  – Foto Andrea Miramontes/ Lado B Viagem

Depois de um passeio pela rua principal, vá até a saída de barcos para ver golfinhos-nariz-de-garrafa do Atlântico no habitat natural.

Vê-los livres é a única forma saudável de observação desses animais, para não colaborar com cativeiro.

Como são selvagens, aparecem se quiserem. Mas são muitos o que dá uma chance muito alta de vê-los realmente saltando ao lado dos barcos.

Navegação leva para passeio de encontro aos golfinhos livres, que brincam e saltam do lado do barco – Foto Andrea Miramontes

E é emocionante ver os animais livres e felizes. Neste vídeo do Facebook Lado B Viagem você pode observar como foi o meu encontro com os animais selvagens em Captiva.

Além dos golfinhos, durante o passeio de barco é possível ver pelicanos, águias-pescadoras, águias americanas e mais aves.

Quem ama natureza, especialmente a fauna, como eu, não pode perder. Para mais passeios incríveis na Flórida, clique aqui.

Artigo publieditorial feito em parceria com o Visit Florida