Facebook
Facebook
Twitter
Visit Us
Pinterest
SOCIALICON

O corpo incha, as pernas doem e a cabeça parece que vai explodir. Muita gente, especialmente mulheres, reclama desses sintomas após uma longa viagem de avião.

E ainda tem o ciclo menstrual que enlouquece, e o intestino que para de funcionar. Mulher sofre. Viajar é a melhor coisa do mundo, mas tem seu preço.

Há truques para aliviar os problemas, que são beber muito líquido e levantar algumas vezes durante o voo. Mesmo assim, muitas vezes, ao voltar para casa, chegamos destruídas.

Mulheres sofrem com inchaço e até prisão de ventre em viagens, massagens especiais podem resolver

Como resolver?

A fisioterapeuta Letícia Prado, especialista em medicina chinesa, acupuntura e pós-graduada em fisioterapia traumato-ortopédica, explica que  vários fatores favorecem o inchaço durante a viagem.

De acordo com ela, ao ficar sentado por muito tempo, o metabolismo desacelera, e a mudança de pressão provoca gases que levam à retenção.

O resultado vem em dores, efeito casca de laranja, muito parecido com celulite, alterações no sono e no intestino.

“A umidade do ar no avião é menos da metade da ideal, e assim a tendência do nosso organismo é reter água,  pois entende o ambiente como uma agressão . Além disso, ficar muito tempo sentado prejudica circulação”, conta.

Letícia se especializou em uma drenagem linfática especial, com pressão, ritmo e bombeamento diferentes, mais vigorosos do que na drenagem comum.

A modalidade é conhecida como método Renata França, que entre outras massagens, tem a drenagem linfática terapêutica  e a famosa Miracle Touch, modeladora.

Testei os dois métodos após algumas viagens longas, e saí do consultório leve. Depois da drenagem, as pernas pareciam até mais ágeis. Na Miracle, você ganha cintura mais fina e e corpo mais firme.

Especialmente mulheres, depois dos 40, não há milagre que salve, nem na saúde nem na estética. Todos os efeitos de um voo longo se acentuam, e você tem que investir no bem-estar.

View this post on Instagram

Viajantes! Depois dos 40, só filtro solar, drenagem regular, exercício e alimentação moderada salvam. Sim, gente, tem que sacrificar, senão é ladeira abaixo 🙈 Aqui, sol do Maranhão. Filtro chapéu e óculos 😅😂. . Praia na península maranhense é um dos passeios de Barreirinhas, cidade onde a gente se hospeda quando vai conhecer os Lençóis Maranhenses 🇧🇷 . #travelgirl #travelers #beachgirl #vegetarian #vegan #vegantravel #vegetariantravellife #veggie #goveggie #govegan #vegetarianblogger #40anos #forty #fortyandtraveling #MinhaViagemLivre @catracalivreviagem #essemundoenosso @essemundoenosso #MeuCliqueEstadao #BBCtravel #LoveTheWorld #luxurylifestylemagazine #bestvacations #IamaTraveler @beautifulmatters #beautifulmatters

A post shared by Andrea Miramontes 🇧🇷| Travel (@ladobviagem) on

Letícia, que já atendeu famosos como a cantora Anitta com o método, conta as vantagens que podem ser vistas a partir da primeira sessão.

“Desincha pois elimina excesso líquidos e estimula o aumento do metabolismo linfático. De brinde, ainda consegue redução de medidas, pelo líquido eliminado”, explica.

Abaixo, ela mostra um teste a se fazer depois de uma viagem ou de um voo, para descobrir se seu corpo está com retenção de líquidos.

View this post on Instagram

Repostando informação super importante da colega pupila @harumifuziwaramasso #Repost @harumifuziwaramasso • • • • • • Com a Drenagem Linfática aliada há uma reeducação alimentar, atividade física e água você consegue prevenir a retenção de líquidos. E não é por que estamos chegando na época mais fria do ano, que não retemos líquidos no nosso corpo, quem tem problemas de retenção, tem o ano todo e no frio a circulação precisa fluir melhor, para não ocorrer os vários problemas de saúde de inverno, mas isso é para um outro post. #Mulheresconstruindocarreira #pupilarenatafranca #Renatafrancaa #patriciafrancaa #drenagemderesultado #drenagemlinfatica #massagemrelaxante #amooquefaco #correntedobemsp #harumada #cursorenatafrancaa .

A post shared by Leticia Prado (@le.prado.fisio) on

A fisioterapeuta também estudou dores e é especialista em pilates, RPG e terapias manuais de liberação miofascial, que ajuda quem tem problemas musculares e dores

Intestino preso também é um problema comum com mulheres viajantes, que podem ficar dias sem que o corpo funcione durante e após voltar de viagem.

Letícia ressalta que no método Renata França há movimentos nas massagens que ajudam a melhorar o quadro.  “São manobras especificas para estimular  o trabalho do intestino”, acrescenta.