Twitter
Visit Us
Follow Me
Pinterest

Não é veganismo nem vegetarianismo. Adeptos do climatarian vão além desses conceitos da gastronomia.

Climatolarian ou climatariano (em português) é aquele que faz suas escolhas diárias de acordo com o que não agrida o Planeta.

Ultrapassa o mundo gastronômico, apesar de o jornal The New York Times ter relacionado a palavra a uma nova “dieta”, rotulando-o como um novo termo na gastronomia, em 2015.

Então, o termo ficou vinculado às escolhas para alimentação.

O que define o climatariano?

Climatarianos compram de produtores locais, e o quanto mais perto, melhor, para diminuir a poluição emitida com transporte.

Também evitam embalagens plásticas, optam por produtos sazonais (que crescem naturalmente naquela época do ano) e abusam de compras a granel, ao levar seus próprios potinhos ao mercado.

Adeptos do conceito limitam o consumo de carne, mas não excluem, o que é diferente de vegetarianos e veganos, que não consomem carne.

Climatariano não é vegano nem vegetariano. Mas veganos e vegetarianos podem ser climatarianos.

Eles também evitam desperdício de alimentos. Muitos restaurantes usam o termo zero waste (sem lixo) em seus cardápios, o que indica que simpatizam com o conceito.

Experimentei a gastronomia zero waste e climatarian no Cub, um dos restaurantes mais criativos no qual já pisei.

Cub fica em Londres, e o chef, Doug McMaster é justamente o pioneiro em restaurantes zero waste na Europa.

cub london

Whole broccolis – brócolis inteiro al dente em acompanhado de purê e caviar de brócolis (foto: Andrea Miramontes/ Lado B Viagem)

Lá as receitas deliciosas vêm das compras feitas com produtores locais. Absolutamente tudo se aproveita, da casca e talos de legumes às frutas do fim de feira.

Um dos drinks que tomei se chamava Ugly Peach (pêssego feio) e estava delicioso. Descubra mais aqui.

View this post on Instagram

Experiência gastronômica incrível com #sustentabilidade♻️ e delícias de chef veganas e vegetarianas ? . Por favor. Anotem esse restaurante pra quando forem a Londres @lyan.cub ⭐️⭐️⭐️⭐️⭐️ . Confie no chef Doug McMaster e vá de menu degustação. Ele intercala bebidas e pratos cheios de personalidade, como esses tomates marinados com folha de figo, na foto. . ?champanhe Krug Grande Cuvée com cubo de gelatina abre o jantar, que é sensacional ? . O restaurante segue o conceito #zerowaste ?? que utiliza tudo na cozinha, sem desperdícios . Tudo salvo no stories de ? Londres ☝?☝?☝? . Ainda apostam nos ingredientes orgânicos e de produtores locais #fairfood ❤️ . @lovegreatbritain #vegan #vegetariano #vegantraveller @lovegreatbritain.br #lovegreatbritainbr #vegantraveller @VisitLondonOfficial #visitlondon #london #vegetariano #vegano @visitlondon #LoveGreatBritain #bestvacations #bestlondon #londonsights #jornalOGlobo #MinhaViagemLivre l #LoveTheWorld #veganworld #luxurylifestylemagazine #bestvacations #IamaTraveler @beautifulmatters #beautifulmatters

A post shared by Andrea Miramontes ∙ Travel ♻️ (@ladobviagem) on

Consumo de carne

Apesar dos climatarianos não excluírem carne, eles diminuem drasticamente o consumo, pois a pecuária é uma das principais responsáveis pelo aquecimento global. Se excluírem, muito melhor.

De acordo com a Sociedade Vegetariana Brasileira, produção de carne e mais produtos de origem animal aumentam a a emissão dos principais gases responsáveis pelo aquecimento global.

“Respectivamente 9%, 37% e 65% da emissão total mundial de dióxido de carbono, metano e óxido nitroso vêm dessa indústria.

O metano e o óxido nitroso são 23 e 296 vezes mais prejudiciais que o dióxido de carbono.

Um estudo da Universidade de Chicago verificou que a dieta americana média produz anualmente 1,5 toneladas de equivalentes de CO2 a mais do que a dieta sem carne” (fonte SBV).

Além de consumir menos carnes, climatarianos dão preferência a produtores menores, locais, com boas práticas, como a de criar animais livres.

Para lugares exclusivos de gastronomia verde, siga o insta Lado B Viagem:

Londres para vegetarianos e veganos: 5 experiências gastronômicas fantásticas

 

Restaurante Farmacy Kitchen tem pratos medicinais e drinks com canábis em Londres